Perguntas Frequentes

O que é o Capital Social (poupança) do associado?

É a somatória do desconto mensal em folha de pagamento através do percentual (%) ou valor definido na proposta de adesão autorizada pelo associado que pode variar de 1 a 10% do salário fixo ou mais variável ou de R$ 50,00 a $ 500,00 quando familiar ou terceiro.

Quantas contribuições são necessárias para solicitar empréstimo?

No mínimo 03 contribuições, podendo antecipar via depósito dos períodos faltantes na base de 5% cada.

Caso esteja retornando a Cooperativa e preciso de empréstimo, quantas contribuições são necessárias?

No mínimo 03 contribuições, caso contrário é exigida à antecipação via depósito dos períodos faltantes na base de 5% cada.

Quando ocorre à aplicação do rendimento do capital (poupança)?

Nos meses de Junho e Dezembro de cada ano.

Qual é o índice utilizado para o rendimento?

A taxa SELIC é o indicador de referência estabelecido pelo Bacen para remunerar o capital social, onde a Cooperativa promove semestralmente a correção do saldo da poupança.

O associado que for demitido ou solicitou desligamento da Cooperativa durante o semestre, recebe proporcionalmente o rendimento?

Não, ele precisa ter completado o período de 06 meses.

Qual é a nomenclatura que aparece no extrato do associado quando é efetivado o rendimento do capital?

Juros ao Capital.

Sobre o rendimento incorporado ao capital social tem tributação?

15% a título de Imposto de Renda.

O associado deve declarar no seu Imposto de Renda o seu saldo de capital?

Não só deve como é obrigatório informar, caso o mesmo venha apresentar sua declaração anual.

É permitida a inclusão de familiares na Cooperativa?

Sim, mas apenas os dependentes legais (pais, cônjuge e filhos).

A proposta de adesão é a mesma utilizada para o associado?

Não, e está disponível junto ao site da cooperativa (www.cecreb.com.br – auto-atendimento – ASSOCIE-SE A CECREB).

A contribuição do dependente ou terceiro é igual do associado?

Não, é em valor onde o mínimo é de $ 50,00 e o máximo de $ 500,00 que pode ser descontada no holerite do associado através da rubrica 567 caso seja dependente.

O dependente solicitando um empréstimo, como o desconto é realizado?

Quando encaminhar o contrato de empréstimo, deve estar acompanhado de todos os cheques.

Qual é o limite de crédito para os dependentes?

O valor equivalente ao saldo de capital junto a Cooperativa.

A cooperativa “cobra” alguma taxa dos associados?

Não.

É possível saber quanto efetivamente o associado paga de juro real sobre um empréstimo, quando na maioria das vezes questiona-se que o juro da Cooperativa é mais caro que os Bancos:

Exemplo: Modalidade de Empréstimo – Normal 12 vezes – exemplo: 1º semestre/2012

Tx de juro mensal = 1,50%
Tx de juro acum semestre = 9,34% (1.015 enter – 6yx) fórmula HP
Rendimento 1º semestre = 4,68% (associado recebeu de volta no seu capital)
Diferença semestre = 4,45% (1.0934 enter – 1.0468: ) fórmula HP
Taxa de juro real = 0,72% (1.0445 enter – 6 1/x yx ) fórmula HP

A Cooperativa faz a cobrança de juros de empréstimo a partir da liberação ou tem alguma carência?

A cobrança de juros começa a contar após 05 da liberação, exceto para casos de “refinanciamento” que a cobrança é imediata.

Quando o associado solicita empréstimo e, passa a ter desconto da parcela na sua folha de pagamento, pode “interromper” o desconto da poupança?

Não, ambas são descontadas simultaneamente.

O associado em não tendo o desconto da parcela do empréstimo no mês (férias, afastado), no próximo mês a parcela terá acréscimo?

Será cobrada a parcela do mês vigente, ficando em atraso a(s) parcela(s) do(s) mês(es) em que não houver(am) o(s) desconto(s). Neste caso o associado deve fazer o pagamento da parcela via depósito bancário, acrescida de juro e mora pelo atraso..

O associado pode fazer parte da Cooperativa sem ter a obrigação de fazer a poupança mensalmente e, apenas usufruir das condições dos empréstimos?

Não, pois o saldo de capital serve de referência e garantia para a concessão do empréstimo.

Tenho interesse em comprar um produto pela Cooperativa, mas fazendo o pagamento à vista, é possível?

Sim e, as instruções sobre o procedimento devem ser consultas diretamente com a Cooperativa.

Minha “sogra” reside comigo e dou sustento a ela; ela é reconhecida como dependente legal?

Não, já que o Imposto de Renda não reconhece este vínculo de dependência.

Porque a Cooperativa faz a exigência em ter o “telefone celular” do associado?

Visando informá-lo em tempo real que o valor da “devolução do seu capital, do seu empréstimo, do seu benefício social estão creditados em sua conta-corrente bem como, demais informações pertinentes, como parabenizá-lo pelo seu aniversário e etc.

Os Recursos Humanos/Pessoal não é o departamento responsável em repassar este tipo de informação ao associado?

A Cooperativa quer minimizar as atribuições do RH, pois o funcionário precisará interromper o que está fazendo para “ligar” para a Cooperativa que por sua vez deverá consultar se o crédito já foi efetivado, onde em seguida o RH deve retornar o contato com o associado, ou seja, um processo custoso no aspecto financeiro (ligações telefônicas) e ao mesmo tempo desperdício de tempo quando as estruturas estão enxutas.

O colaborador foi DEMITIDO e gostaria de continuar na cooperativa, é possível?

Sim, desde que ele não tenha NOVO VÍNCULO EMPREGATÍCIO ou passa a ser APOSENTADO.

Sim, desde que ele não tenha NOVO VÍNCULO EMPREGATÍCIO ou passa a ser APOSENTADO?

Sou obrigado a informar o meu salário junto a proposta de adesão. Sim, em razão da exigência estabelecida pelo Banco Central do Brasil.

A cooperativa “aceita” indicações de parcerias?

Sempre e incentiva que os associados façam indicações.

Minha empresa está com baixo índice participativo de associados e, gostaria de promover uma CAMPANHA INTERNA com sorteio de premiações, a Cooperativa apoia a iniciativa?

Sempre e, assume o compromisso de pagar as premiações desde que a referida ação seja discutida previamente.

O associado pode comprar um produto (exemplo: Geladeira, TV e etc.) fora da Cooperativa já que encontrou uma condição melhor (preço) e, utilizar a linha de crédito específica?

Sim, sendo que para isto deve ser anexada a NOTA FISCAL que comprove a finalidade de uso da linha de crédito. (orientamos que, o associado antes de qualquer decisão consulte as parcerias da Cooperativa).

O associado está reformando/construindo sua casa e terá despesas com mão-de-obra, pintura, materiais e etc.) e gostaria de financiar todo este gasto na linha de crédito CONSTRUÇÃO, é possível?

Sim, mas terá o prazo de até 15 dias após a liberação do empréstimo para encaminhar a Cooperativa cópia de pelo menos 80% das despesas.

Quando realizo um depósito na conta-corrente da Cooperativa, devo encaminhar o comprovante?

Sim, caso contrário ficará sem a devida identificação e deixará de ser lançado no seu capital ou empréstimo.

O procedimento de liberação de empréstimo é diário?

Sim, desde que a Cooperativa esteja com toda a documentação relativa ao empréstimo (contrato) e devidamente preenchida.

O reembolso dos benefícios também é diariamente?

Não, é sempre no último dia de cada quinzena.

Não encontrou o que está buscando? Clique aqui e fale conosco